(11) 2243-2399 (11) 94231-5509 [email protected]

Bebedouro escolar: escolhas que fazem a diferença para o ensino da sustentabilidade nas escolas

Pequenas atitudes devem ser ensinadas desde cedo para gerarem impactos futuros. Quando o assunto é sustentabilidade, reciclagem do lixo e uso consciente da água estão entre as atividades pedagógicas promovidas por muitas escolas que entendem a importância de incentivar as futuras gerações a preservarem o meio ambiente. E isto se torna ainda mais prático através do exemplo, como a adoção de bebedouros escolares acessíveis e torneiras econômicas.

De acordo com dados da ONUBR, o Brasil perde 10,5 bilhões de água no setor de saneamento básico. Isto significa que boa parte da água tratada que poderia beneficiar milhões de lares brasileiros se perde antes de alcançar seu destino.

E as perdas não param por aí. Quando o assunto é responsabilidade individual, o desperdício em banhos demorados, escovação de dentes, lavagem de louças e de calçadas são apenas alguns exemplos que merecem atenção para evitar o desperdício de água potável, um bem tão essencial quanto escasso no mundo. Como ensinar as crianças a fazer diferente?

É fato que as crianças aprendem pelo exemplo e observando o ambiente em que estão inseridas. O ensino de escolhas que contribuam para a preservação da natureza pode ser conduzido de maneira lúdica e interativa, mas também prática. Abaixo selecionamos algumas atitudes simples que podem ser incorporadas à rotina escolar e que contribuem para o aumento da consciência ecológica:

  • Coleta e armazenamento da água da chuva para lavagem das dependências da escola ou creche;

  • Utilização de água de reuso para manutenção de hortas e plantas;

  • Reaproveitamento da água do cozimento de legumes para preparo de refeições;

  • Incentivar o uso de garrafinhas e canecas no lugar de copos plásticos;

  • Adoção de descargas com duplo acionamento para controle de fluxo de água;

  • Adoção de torneiras econômicas para melhor controle do fluxo de água.

Torneiras econômicas: menos desperdício

É sabido que a higiene das mãos é essencial para manutenção da saúde. No caso das crianças, o hábito de lavar as mãos antes e após as refeições, bem como ao término de práticas recreativas é fundamental para evitar doenças transmitidas por contato incluindo gastroenterites, gripe e conjuntivite.

Existem inúmeras torneiras sendo alguns modelos mais adequados para o uso infantil. Este é o caso das torneiras toque e escolar, da Jacto Filter.

Torneira econômica modelo toque

Confeccionada em latão cromado, matéria-prima que confere maior durabilidade ao produto, essa torneira é a melhor união entre economia e segurança. Seu sensor de acionamento eletrônico permite o funcionamento sem a necessidade de encostar na torneira o que a torna mais higiênica.

Do ponto de vista da sustentabilidade, o modelo da Jacto possui regulagem de fluxo e desligamento automático em 6 segundos. Dessa forma, a criança pode lavar suas mãos e retornar às atividades sem riscos de desperdício por torneiras abertas ou com vazamentos parciais.

Torneira econômica modelo escolar

Também confeccionada em latão cromado, a torneira escolar Jacto Filter tem acionamento mecânico frontal bastante simples de usar. Ideal para encher copos e garrafas esse modelo se destaca pelo fechamento instantâneo, característica que a torna bastante segura contra desperdícios e vazamentos.

Bebedouros e o uso de copos plásticos

E não é apenas o controle do fluxo de água que torna um bebedouro escolar amigo da natureza. O uso que se faz das torneiras de água com o consumo local ou seu armazenamento em recipientes individuais também faz a diferença nesse processo.

Escolas e creches podem incentivar o uso de canecas ou garrafinhas individuais ao invés dos copos plásticos. De acordo com dados da ONU, 99% dos produtos que compramos são descartados em até seis meses. E de todo plástico já produzido no mundo, estima-se que apenas 20% dos resíduos foram reciclados.

Além dos custos para aquisição dos produtos com baixíssimo tempo de vida útil, copos plásticos descartáveis agravam a poluição do meio ambiente. Façamos uma conta rápida: numa escola com 200 alunos, se cada aluno utilizar 3 copos plásticos por dia teremos 600 copos descartados. Em um mês com 20 dias letivos, serão 12.000 copos por ano e 120.000 em 10 meses. Imagine, então, a quantidade de lixo gerada em todas as escolas do país?

Vale ressaltar ainda que embora sejam facilmente encontrados em áreas públicas, bebedouros de inox, galão e alvenaria não são ideais para escolas e creches. Além de reunirem um conjunto de elementos que os tornam inadequados para ambientes com circulação de crianças tais produtos podem, inclusive, serem considerados perigosos sem o acompanhamento de um adulto ou a devida manutenção. Confira aqui e confira as características que revelam um bebedouro ideal para escolas.

Ficou interessado em saber mais sobre os bebedouros Jacto Filter e como eles podem ajudar sua escola ou creche a economizar? Entre em contato conosco e descubra bebedouros em promoção, formas de pagamento, assistência pós-venda e os modelos ideais para sua necessidade.

Deixe uma resposta

×

Carrinho

WhatsApp chat Fale com nossa equipe de vendas